segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Parabéns Susana...

Há pessoas que conhecemos e nada nos “dizem”. Há outras que a sua aura emana tamanha simplicidade, humildade e autenticidade, que nos cativam no primeiro instante.
Foi o caso da Susana Falhas, que tive na Sexta-feira, o prazer de conhecer na FNAC, na apresentação do seu enorme sucesso.
Se há quem mereça ser homenageada, és tu Susana. Por te teres dedicado a uma causa tão nobre e tão bonita como esta de divulgares as nossas aldeias meio esquecidas pelo tempo.
Deve ter-te dado um trabalho enorme toda esta jornada, mas por outro lado, um enorme prazer, pois, tal como disseste, pudeste descobrir recantos e encantos que mesmo perto, passavas ao lado e desconhecias…
É o que acontece a muitos de nós, sem um guia a nosso lado para nos indicar o que ver e visitar, quando vamos a um lugar desconhecido. Agora com este livro tudo mudou! Temos mapas, História, indicações, conselhos, fotos; enfim, temos tudo para já não andarmos “perdidos”. Levar este livro connosco num passeio, é levarmos um guia a quem só falta falar.
E ser o quarto livro mais vendido em Almada, é apenas o começo.
Gostei muito da história que leram, do dia que partiram à procura de um tesouro. Um dia muito bem passado, e isso é o mais importante na vida: as memórias que deixamos a nossos filhos.
Gostei de saber que têm já um novo projecto do livro, para crianças. E como é importante incutir na mente daqueles que serão o nosso futuro, o gosto pelas valiosas aldeias que temos. O gosto e o poderem também eles descobrir os tesouros que temos, e que muita gente não sabe dar valor.
Gostei também da apresentação em vídeo, ao som da bonita e tradicional guitarra portuguesa.
Parabéns! Tudo correu na perfeição; vocês já parecem uns autênticos profissionais.
Enquanto assistia, muito atento, ao vídeo e às belíssimas imagens com que nos presentearam, meu filho, a certa altura perguntou:
- E Salvaterra, mãe? Porque não aparece Salvaterra? Também é uma aldeia histórica…
- Pois é, filho – respondi eu – mas por enquanto só foram classificadas como históricas estas 12 aldeias…
Salvaterra merecerá um dia destaque especial num outro livro sobre as aldeias históricas, mas ao mesmo tempo não classificadas como tal. Salvaterra e tantas outras aldeias que merecem ser divulgadas.
Um dia, não é Susana?
Um dia aparecerá um guia do que descobrir em Salvaterra, as suas festas, as tradições e a riquíssima História. Se não for a Susana, é o amigo João Celorico, que andava a pesquisar para tal…
O leitor fica sempre impaciente à espera do livro que sairá um dia, porém, esquece-se que tudo tem o seu tempo e que isto de produzir um livro é uma grande empresa.
No vosso caso, todo o trabalho que tiveram está agora a ter os seus frutos, e como deve ser compensador poder colhê-los.
O vosso primeiro projecto foi muito bem concebido, e desejo-vos toda a sorte e êxito na realização dos próximos.
Adorei conhecer-te Susana. A ti, teu marido e filhote. Tens uma família linda.
Tudo de bom para vocês, pois merecem.
Beijinhos, e espero que este realmente, tenha sido o primeiro de muitos encontros…

16 comentários:

Anónimo disse...

Sem palavras Cris.
Um beijo

Cristina disse...

Sem saber quem é, também eu fico sem palavras...
Mas obrigada à mesma pelo comentário...

Susana disse...

Amiga...estou sem palavras...até dá-me vontade de chorar...que bela surpresa...acho que ganhei uma amiga a valer!

Bjs e tudo de bom para ti !

Pandora disse...

Tens toda a razão nestas palavras. O livro é optimo e sem ele qualquer um de nós se sente perdido dentro que uma aldeia destas.
Também tive o prazer de conhecer a Susana na FNAC de Viseu.
Beijos

Susana disse...

Obrigada amiga Pandora (que por acaso tambem se chama Cristina)pelas palavras. Acho que ganhei duas grandes amigas para toda a vida :)

Bjs Susana

Eugénia Santa Cruz disse...

Olá Cristina:
Possivelmente não me conhece, mas acredite que eu tenho a sensação de já a ter visto.
Todas as palavras lindas que aqui escreveu são realmente verdadeiras, eu tive o prazer de conhecer a Susana num encontro de Borguista que ela mesmo organizou em Trancoso no dia 10 de Junho de 2010. Neste encontro todos os participantes, convidados pela Susana através do seu blogue, foram recebidos por ela e pela sua equipa como Reis e Rainhas, tudo correu maravilhosamente bem e onde também tive o privilegio de receber das mãos da Susana o seu livro autografado, pois nesse mesmo dia foi também a apresentação do mesmo.
Bem tudo o que se possa dizer sobre a Susana será pouco a sua simplicidade fala por ela. Vou continuar a acompanhar o seu percurso e fico à espera do novo livro.

Ah, já agora deixo uma sugestão: Porque não comprar o livro “ Aldeias Históricas de Portugal” e dá-lo de presente de Natal aos amigos…

Um beijo

Eugénia Santa Cruz

Anónimo disse...

Amiga (Sem palavras) oi!!!!! sou eu
Achas que consigo descrever melhor,o que disses-te da Susana???
ès uma escritora nata,é só começares e ninguem,te detem.
Beijinhos
Ana Bernardo

Cristina disse...

Susana,
Que chorasses não era essa a minha intenção. Mas também se chora de alegria e comoção, não é?
A culpada és mesmo só tu, lol. Pois tudo o que ali disse é a verdade que vivi e sinto.
Ganhaste uma amiga de verdade? Errado! Porque já tinhas ganho, mas não te tinhas apercebido.
Beijinhos….

Cristina disse...

Olá Pandora,
O livro é de facto espectacular. Ainda não tive oportunidade de o pôr em prática, mas estou desejosa disso. Tenho a certeza que me vai proporcionar um dia inesquecível, numa dessas aldeias.
É sempre bom levar connosco algo que nos diga para onde ir…
Quanto à Susana, bem… acho que já disse ali tudo, não é verdade?
Felicidades!

Cristina disse...

Olá Eugénia,
Por acaso tive pena de não ter podido ir a Trancoso. Mas era muito longe e no dia seguinte tinha de trabalhar. Mas pelo que li no livro, Trancoso também deve valer bem a pena uma visita…
Também eu estou à espera do novo livro…
Quanto a sugestão para presentes de Natal, eu já tinha pensado nisso. É uma boa prenda: é que para além do livro, oferecemos o presente garantido de bons passeios e descobertas…
Beijo e tudo de bom para si Eugénia…

Cristina disse...

Oh minha querida amiga Ana,
Por acaso pensei ao ler aquele comentário: “a Ana não deve ter sido, pois ela costuma assinar todos os comentários”, e afinal, lol…
Pois é, amigas que me leram: a Ana esteve comigo na apresentação do livro na FNAC, e isso faz dela minha testemunha, de como tudo o que ali disse sobre aquela noite e sobre a Susana é a mais pura das verdades…
E viva a amizade!
Beijinhos amiga desanónima…

Susana disse...

Cristina, Ana Maria, Eugénia, Pandora:

Só tenho a agradecer todas estas doces e verdadeiras palavras. É certamente um dos grandes momentos de emoção e de felicidade que vou guardar no meu coração.

Obrigada amigas!

E Cristina, tens razão no que dizes, já eramos amigas, sim, só que agora acho que a amizade tornou-se mais forte.Depois de um ano a trocar mensagens, nada como estar cara a cara, para sentir que o mundo virtual se transformou de facto numa realidade.
Bjs e bom fim de semana a todas!

Pandora disse...

Pois é, assim se fazem amigos, e afinal na vida real estão mais perto do que imaginam, não é Susana??
O meu livro já nem vai para a estante, fica a aguardar um passeio para um dia destes. Deixei uma resposta para ti, á tua pergunta, lá no meu canto.
Beijos

Sandra disse...

COMEMORANDO 500 SEGUIDORES.. O PRESENTE TBÉM É SEU...
Conquistar amigos é conquistar a esperança de de ter encontrado mais uma vida, mais um amigo.
Estou muito feliz em ter você na CURIOSA. Dois anos se passaram e os amigos só foram chegando. Tenho certeza que esta irradiação de pensamento foram se firmando aos longos desse dias, DESSE TEMPO.
A conquista de NOVOS amigos não é muito fácil. mas graças a DEUS tenho este carinho especial e A graça de conuistar as pessoas. A HUMILDADE, a Honestidade e Sinceridade é que nos aproximaram. Quando o coração é tranparente,tudo fica super fácil.
Ser verdadeiro com o outro é um Dom. o Dom da Sabedoria.
Muito obrigada pelo seu carinho e amizade. Estou muito feliz em ter você fazendo parte dessa conquista.
Amigos são verdadeiros frutos que vamos semeando ao longos dos dias.
a conquista é como ostra que encontramos submersas e vamos conservando, e deixando ela com um valor imensuravel.
A amizade é como OURO de longe se vê, é um brilho sem fim...
Obrigado AMIGOS de diversos pontos do BRASIL, MUNDO...
Estou feliz em ter vc a meu lado.
Amigos para sempre é o que nós iremos ser, na primavera ou em qualquer das estações.
Você pode estar longe, muito longe. Mas por te amar sinto você bem pertinho de mim. Pois mora no lado esquerdo do peito:CORAÇÃO...
carinhosamente,
Sandra

Sandra disse...

COMEMORANDO 500 SEGUIDORES.. O PRESENTE TBÉM É SEU...
Conquistar amigos é conquistar a esperança de de ter encontrado mais uma vida, mais um amigo.
Estou muito feliz em ter você na CURIOSA. Dois anos se passaram e os amigos só foram chegando. Tenho certeza que esta irradiação de pensamento foram se firmando aos longos desse dias, DESSE TEMPO.
A conquista de NOVOS amigos não é muito fácil. mas graças a DEUS tenho este carinho especial e A graça de conuistar as pessoas. A HUMILDADE, a Honestidade e Sinceridade é que nos aproximaram. Quando o coração é tranparente,tudo fica super fácil.
Ser verdadeiro com o outro é um Dom. o Dom da Sabedoria.
Muito obrigada pelo seu carinho e amizade. Estou muito feliz em ter você fazendo parte dessa conquista.
Amigos são verdadeiros frutos que vamos semeando ao longos dos dias.
a conquista é como ostra que encontramos submersas e vamos conservando, e deixando ela com um valor imensuravel.
A amizade é como OURO de longe se vê, é um brilho sem fim...
Obrigado AMIGOS de diversos pontos do BRASIL, MUNDO...
Estou feliz em ter vc a meu lado.
Amigos para sempre é o que nós iremos ser, na primavera ou em qualquer das estações.
Você pode estar longe, muito longe. Mas por te amar sinto você bem pertinho de mim. Pois mora no lado esquerdo do peito:CORAÇÃO...
carinhosamente,
Sandra

José disse...

Já tinha passado aqui por esta aldeia, perdida entre os montes, marquei o caminho, mas mesmo assim me perdi e não mais voltei.
Gostei do post, obrigada pela visita e volte sempre.

os meus cumprimentos,
José.